Se fosse um país, agricultura familiar brasileira seria oitava potência do mundo

postado em: Notícias | 0
A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag) e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apresentaram nesta quarta-feira (26) o Anuário Estatístico da Agricultura Familiar. O documento destaca a importância estratégica desse segmento e oferece uma visão abrangente por meio de diversos temas. No levantamento, fica evidente o poder da reforma agrária. Se fosse um país, o conjunto dos agricultores seria o oitavo mais produtivo.
 
Os dados apresentados no Anuário Estatístico da Agricultura Familiar reforçam a relevância desse setor para o desenvolvimento do país e destacam seu potencial, desde que conte com o devido apoio governamental e o reconhecimento da sociedade.
 
A agricultura familiar brasileira desempenha um papel fundamental no abastecimento do mercado interno com alimentos saudáveis e sustentáveis, com foco na preservação dos recursos ambientais e da cultura rural. Além disso, a atividade cria empregos no campo e promove o desenvolvimento sustentável do país.
 
Com uma representatividade de 23% das áreas e 3,9 milhões de estabelecimentos, a agricultura familiar responde por 23% do valor bruto da produção agropecuária. Sua produção a coloca como a oitava maior produtora de alimentos do mundo. Além disso, contribui significativamente para a dinamização econômica do país, respondendo por 40% da renda da população economicamente ativa e impulsionando a economia de 90% dos municípios com até 20 mil habitantes, que representam 68% do total.
 
Diante de sua relevância, a FAO declarou a Década da Agricultura Familiar (2019-2028), reconhecendo seu papel na preservação cultural e ambiental, bem como nas diferentes formas de viver e produzir.
 
Nesse sentido, os dados compilados no Anuário têm o propósito de enriquecer o debate sobre o papel da agricultura familiar no desenvolvimento do país e promover sua valorização e reconhecimento.
Fonte: REDE BRASIL ATUAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + quatro =