Conselho Municipal de Saúde elege nova Mesa Executiva

postado em: Notícias | 0

O último dia 22 de julho foi marcado pela reunião dos Membros do Conselho Municipal de Saúde (CMS) com o objetivo de eleger a nova Mesa Executiva referente ao mandato 2016/17. De forma praticamente unânime, com 99% dos votos, Eliel Joaquim dos Santos foi eleito o Presidente do Conselho Municpal de Saúde de Londrina. Eliel é representante do segmento dos trabalhadores pelo Sindicato dos Servidores Públicos Federais em Saúde, Trabalho, Previdência e Ação Social do Estado do Paraná (Sindprevs). O SINTERC faz parte do CMS e é  representado pela sua  diretora presidente, Dóris Andrade da Cruz,  para a gestão do quadriênio 2015-2019, pelo segmentos dos usuários. Dóris foi eleita juntamente com  Eliel, para fazer parte da Mesa Executiva, ocupando o cargo de Secretária.

 

O processo eleitoral aconteceu de forma bastante tranquila, na Sede Administrativa do Sindicato dos Bancários de Londrina. Vale dizer que o Conselho Municipal de Saúde possui 28 membros, sendo 14 são representantes dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), sete representantes do segmento dos trabalhadores (quatro do sindicato e três do conselho de classe), cinco prestadores de serviços e dois gestores (um da Secretaria Municipal de Saúde e outro da 17ª Regional de Saúde).

 

 

Em entrevista, o novo presidente da Mesa Executiva, Eliel dos Santos, disse que tem uma aproximação muito grande com os usuários do SUS e que ele, inclusive, utiliza este sistema. “Vou continuar trabalhando nas bases. Conversando com os membros da minha Mesa, vemos a necessidade de cada vez mais focar nos atendimentos primários, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), desafogando a demanda para os Hospitais da Zona Norte, Zona Sul e também Santa Casa, Evangélico e Hospital Universitário”. Por fim, ele comentou que tem uma primeira reunião marcada com a Mesa Executiva, no próximo dia 3 de agosto, para definir as primeiras ações de seu mandato.

 

 

De acordo com seu regimento interno, o CMS tem, entre diversas atribuições e competências, definir as prioridades das ações e dos serviços de saúde municipal, além de acompanhar, avaliar e fiscalizar o funcionamento desses serviços.

 

 

Texto: Comunicação Sinterc/Victor Lopes MTB 8174/PR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =